Consulta pública traz ganhos à sociedade e às empresas participantes do ISE

Consulta pública traz ganhos à sociedade e às empresas participantes do ISE
GVces, 06/07/2011
Luiza Xavier

Representantes da sociedade civil, do setor empresarial e do Conselho Deliberativo do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa se reuniram no dia 14 de junho, no Salão Nobre da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, para mais uma etapa do processo anual de revisão do questionário utilizado como base para avaliação do desempenho das empresas.
“O processo de construção coletiva, presente no ISE desde seu lançamento, é fundamental para o desenvolvimento de um questionário que alie as melhores práticas da gestão empresarial com a realidade das companhias participantes do processo”, afirma Roberta Simonetti, coordenadora do programa Sustentabilidade Empresarial do GVces, responsável pela metodologia e atualização do índice.
A pesquisadora lembra que a avaliação do desempenho a partir das respostas apresentadas no questionário é o primeiro passo para a seleção das empresas que farão parte da carteira. A verificação das informações apresentadas é a segunda etapa e uma avaliação das informações por parte do Conselho Deliberativo do ISE (CISE) corresponde à terceira etapa do processo de seleção.



Melhoria em pauta

A Consulta Pública presencial sobre o questionário do ISE acontece em paralelo à consulta online, que este ano foi de 24 de maio a 24 de junho. O evento na FGV teve início com apresentação de Mario Monzoni, coordenador do GVces, e Sonia Favaretto, diretora de Sustentabilidade da BM&FBovespa. Em seguida, foram apresentadas e debatidas com representantes da sociedade civil e das empresas presentes as alterações promovidas em relação ao questionário do ano anterior, em cada uma das dimensões que compõem o questionário: Governança Corporativa, Econômico-financeira, Geral e Natureza do Produto, Ambiental para Instituições Financeiras, Ambiental Mudanças Climáticas, e Social por Sonia Loureiro.

De vírgulas a conceitos, as contribuições de representantes da sociedade civil e das empresas presentes foram assimiladas ao documento. “Uma boa sugestão dada na dimensão social e que já foi incorporada ao novo documento, foi usar o termo ‘respeito à diversidade’ em vez de ‘promoção da diversidade’”, exemplifica Fernanda Macedo, pesquisadora do GVces.

De acordo com Luiz Pires, pesquisador do GVces que também integra o programa Sustentabilidade Empresarial, o objetivo do evento foi alcançado. “Sugestões e críticas apontadas permitem rever a metodologia utilizada anteriormente e aprimorar o questionário para difundir cada vez mais no Brasil algumas das boas práticas da gestão empresarial considerando aspectos da sustentabilidade”.


Novidades

Foram anunciadas ainda no evento algumas novidades discutidas em período anterior à consulta pública, como a questão de transparência. “As empresas têm agora a possibilidade de autorizar a publicação do seu questionário respondido”, explica Roberta Simonetti, do GVces.

Destacam-se ainda outras três inovações. As empresas que participarem formalmente do processo de seleção terão direito a uma reunião exclusiva com a equipe responsável pelo desenvolvimento da metodologia e condução do processo de revisão; participarão da oficina de orientação sobre a elaboração de documentação comprobatória e terão acesso exclusivo a uma página na web contendo a evolução histórica dos indicadores do ISE e de seu próprio desempenho.

Compartilhar:


Mais Lidos | Recomendados

Veja Mais