Biblioteca Virtual

Relatório Final sobre Dimensões Temporal, Espacial e Temática no Planejamento de Adaptação às Mudanças Climáticas

GVces

O presente documento tem por objetivo discutir as possíveis abordagens para o tratamento da adaptação às mudanças climáticas (MC) no Brasil, analisando-a como um desafio multifacetado. Nesse sentido, além de serem apresentadas justificativas para a intervenção governamental no fortalecimento da resiliência dos sistemas naturais e humanos frente às MC, são abordados os fatores estruturantes dessa intervenção, presentes em três dimensões: a temporal, a temática/setorial e a espacial.

O papel das três dimensões no desenho da estratégia de adaptação é discutido com base não só em referências da literatura sobre planejamento governamental, políticas públicas e adaptação às MC, mas também em experiências internacionais e, quando possível, no contexto nacional, ressaltando os diferentes níveis de planejamento: nacional e setorial.

Considerando o número de setores afetados pelas MC e atores envolvidos no planejamento e implementação das ações de adaptação, a busca por coerência nas políticas públicas assume relevância central e remete os planejadores a abordagens mais integradoras, como territoriais e intersetoriais, que se mostram não apenas oportunas como muito úteis para o enfrentamento de uma questão que requer visão sistêmica.

À luz das abordagens observadas em países que já adotaram estratégias nacionais de adaptação e de iniciativas nacionais que lidam com as MC (legislação nacional e redes das comunidades científica e acadêmica), são analisados os recortes temáticos propostos em oficinas realizadas no âmbito do GT Adaptação, identificando possíveis lacunas. As conclusões e recomendações que surgiram dessa análise estão sintetizadas na última seção.

Acesso à publicação